Em 1952, a firma Andreassa de Videira construiu uma pequena cantina de madeira aqui na vila de Salto Veloso, só para fabricação de vinho, e era transportado para Videira, onde era engarrafado e vendido com a marca “Vinhos Embaixador”. Nesta época o responsável para o recebimento e a fabricação do vinho era o Sr. Laurindo Olivo.
 
       
Em 1956, sete famílias iniciaram uma nova cantina, com razão social “Indústria e Comércio Giacomini Ltda.” Sócios: Antônio Ferronato, Pedro Giacomini, Moisés Giacomini, Albino Giacomini, Vitório Zanela, João De Bortoli e Pedro De Bortolo.
 
       
 
O primeiro diretor da empresa foi Abel Abati, e o primeiro fabricante de vinho Vitório Zanela e mais tarde passou a função à Olímpio Rech.
 
 
Em 1980 a empresa De Bortoli comprou a mesma, a qual passou a denominar-se “Indústria de Vinhos Salto Veloso Ltda.” Hoje a capacidade de produção é de aproximadamente 1 milhão de Litros. Vinho Tinto, Rosado, Branco, Niágara, Bordô e Cabernet Sauvignon, estão sendo comercializados nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Manaus e Roraima.
 
 
Para a produção de vinho, que é de mais de 800 mil litros por ano, a empresa possui um terreno de 24.000 metros quadrados...
 
               
"Desfile da Cantina - 1970"
 
Maiores informações no site da prefeitura municipal de Salto Veloso:
www.saltoveloso.sc.gov.br